Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Publicidade
O que é mito e o que é verdade sobre troca a de óleo de caminhão
25/11/2021 09:04 em Manutenção preventiva

Cuidados com a lubrificação do caminhão são fundamentais e podem prevenir uma série de problemas para quem vive na estrada. Partindo de danos mais simples, como a redução de desempenho e aumento do consumo de combustível, até a possibilidade de fundir o motor, todos podem ter relação direta com o uso do óleo lubrificantes. Por isso, a marca Mobil DelvacTM, que é referência em produtos de alta performance e tecnologia, convidou os especialistas Pedro Trucão, jornalista e repórter especializado em transporte rodoviário de cargas e o Engenheiro Netto, engenheiro mecânico especialista em lubrificação e parceiro da marca há mais de 20 anos, para esclarecerem mitos e verdades sobre o tema. Confira:

Com o tempo, o óleo afina e diminui o rendimento do motor?
Mito: Quando em serviço, a tendência do óleo lubrificante é de engrossar, pois ele estará o tempo todo sofrendo um processo e oxidação. Quando o óleo passa por esse processo, a tendência é ele engrossar e não afinar. Caso o lubrificante venha a afinar, é necessária uma análise mais detalhada. Pode estar havendo uma possível contaminação com óleo diesel. De modo geral, quando estamos falando de um motor mantido bem cuidado, o óleo lubrificante não vai afinar e dessa forma, não será afetado o rendimento do motor.

Antes de rodar, é necessário aquecer o motor para o óleo subir?
Verdade: Se ligar o motor do caminhão e já arrancar com ele frio, o óleo não vai ter tempo de subir, o metal vai trepidar com metal e isso pode prejudicar. O tempo que o motor deve ficar ligado depende da idade dele. Os motores mais velhos, com menos tecnologia, precisam ficar um tempo maior. Nos caminhões mais modernos não é necessário tanto tempo. O importante é ficar de olho no marcador do painel. Quando estabilizar, basta dar uma acelerada. Se o ruído e o ronco estiverem bons, pode seguir viagem.

É possível ir além da quilometragem de troca para chegar em uma oficina de confiança?
Verdade: Mas atenção! Vai depender da categoria do óleo e das condições do trecho. Se o óleo é bom, recomendado pelo fabricante e se a estrada e a carga forem leves, é possível rodar até chegar na sua oficina de confiança. Mas se o trecho é pesado e o óleo já está no limite da quilometragem, aí sim é melhor trocar. O ideal é realizar a troca do óleo antes da viagem ou até mesmo levar os galões para trocar no trecho. Sem esquecer de levar um bom filtro.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!