Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Publicidade
NGK dá dicas de como reduzir o consumo de combustível
07/10/2021 09:03 em Manutenção preventiva

Os gastos mensais com combustível sempre representaram um peso no orçamento dos motoristas e o tema se tornou ainda mais relevante com as últimas altas dos preços, a exemplo da gasolina, cujo valor médio segue acima da marca de R$ 6 por litro. Para apoiar o motorista a reduzir o consumo de combustível do carro, a NGK – multinacional japonesa fabricante e especialista em velas de ignição – elenca alguns cuidados com o veículo e durante a condução.
Segundo Hiromori Mori, consultor de Assistência Técnica da NGK Brasil, o veículo precisa trabalhar em condições ideais para reduzir o consumo de combustível, sendo fundamental a revisão periódica. “Veículos em mau estado de conservação, com falhas de funcionamento e dificuldade na partida, geralmente apresentam problemas em relação ao consumo de combustível. Um carro com a manutenção em dia assegura a correta queima do combustível, o que reduz o consumo”, explica.
Com a evolução da tecnologia, os carros estão ficando cada vez mais complexos, porém hábitos simples podem fazer grande diferença. “Algumas recomendações importantes são calibrar os pneus e fazer o alinhamento regularmente, verificar se o painel ou a multimídia do veículo possui alguma luz acesa, que indique problema no funcionamento do motor – veículos modernos possuem recursos de interatividade não só na parte de entretenimento como na manutenção, checar periodicamente velas, bobinas, cabos de ignição, bem como os itens de manutenção do motor, como óleo e filtros”, afirma.
Um hábito saudável é medir o consumo médio do veículo na cidade e na rodovia para identificar quando o veículo apresenta algum aumento de consumo. O trânsito e o tipo de percurso podem afetar o consumo, porém o veículo pode consumir mais combustível se tiver problemas, de acordo com o especialista. É importante, ainda, observar se o motor tem facilidade para partida – caso apresente marcha lenta irregular ou falhas nas acelerações, o indicado é solicitar a avaliação de um profissional.
O consultor também aponta que a forma de dirigir influencia no consumo de combustível. Além de manter a revisão do veículo em dia, o motorista deve evitar carregar peso desnecessário e fazer acelerações e frenagens muito fortes porque nesses casos há desperdício de energia. “A energia para acelerar vem do combustível. Quando freamos, dissipamos a energia sem utilizá-la para locomoção. É recomendável manter uma velocidade compatível com as vias e conforme as normas de trânsito”, aconselha Mori.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!