Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
PUBLICIDADE
Com quatro meses consecutivos de recordes de vendas, BYD comercializa 60.508 automóveis elétricos em agosto
14/09/2021 08:37 em Mercado

BYD vendeu 67.630 automóveis em agosto, um crescimento de 90,5% comparado a agosto de 2020 e de 18,7% comparado a julho deste ano. Entre as vendas, os veículos elétricos contribuíram com 60.508 unidades, representando um aumento de 331,9% em relação ao ano anterior. Quatro meses consecutivos de crescimento e recordes mensais de vendas destacam o sucesso e a ampla aceitação dos produtos BYD no mercado.
Depois de atingir a marca de 50.000 unidades, as vendas mensais de automóveis elétricos da BYD continuam a crescer, aumentando a participação de mercado da empresa. O aumento das vendas da linha DM-i auxiliou ainda mais o sucesso do modelo DM, resultando na venda de 30.126 unidades em agosto, um aumento de 555,6% em relação ao ano anterior. As vendas dos veículos elétricos à bateria subiram para 30.382 unidades no mês, 222,7% em relação ao ano anterior.
De acordo com os dados de vendas dos veículos elétricos, em julho de 2021 a BYD retornou ao topo das vendas globais em um único mês, após 26 meses, superando a Volkswagen e reivindicando o terceiro lugar em termos de vendas acumuladas de janeiro a julho.
O BYD Han, modelo principal da série Dynasty, vendeu 9.035 unidades em agosto. A BYD vê a segurança como o fator principal para os veículos elétricos. Isto permitiu que o BYD Han alcançasse o mais alto nível de segurança no segmento.
No final de julho, a BYD lançou oficialmente o DiLink 4.0 (5G) e o pacote de atualização do Dynaudio Smart Music Cockpit 5G, que foi desenvolvido para o modelo Han EV, no Chengdu Auto Show 2021, trazendo aos usuários experiências de conectividade mais inteligentes e eficientes.
O Qin PLUS DM-i estabeleceu outro recorde com a venda de 13.043 unidades em agosto, tornando-se o líder entre os modelos DM. Com a poderosa dupla Qin PLUS DM-i e Qin PLUS EV, o Qin PLUS vendeu 20.676 unidades em agosto. Graças ao aumento da capacidade de produção da linha DM-i, a BYD está entrando em um mercado ainda dominado por veículos convencionais movidos a combustível.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Publicidade